TITLE

DESCRIPTION

Como lidar com a ansiedade infantil durante a quarentena

Crianças em quarentena

Na impossibilidade de retomar a antiga rotina, cabe à família criar uma normalidade para a rotina familiar.

Embora muitas cidades já iniciaram o processo de reabertura, a pandemia ainda está presente. Da mesma forma, os cuidados de isolamento social ainda não possuem data para serem suspensos. Avançamos para 4 meses em quarentena, com as crianças afastadas do ambiente escolar presencial. Portanto, para muitos pais surge o desafio sobre como lidar com a ansiedade infantil durante a quarentena.

 

Primeiramente, é preciso entender que é natural que algumas crianças desenvolvam quadros de ansiedade no atual cenário. É da natureza infantil a curiosidade, a atividade, a vontade de aprender. O confinamento prolongado e a incerteza geram ansiedade em adultos. Do mesmo modo as crianças também são afetadas. Mas isso não quer dizer que não há formas de prevenir e atenuar esse estado.

 

A estabilidade mental das crianças está diretamente ligada à rotina e à sensação de segurança estabelecida em seu ambiente. Afinal, estão acostumadas ao seu universo de atividades, escola, contatos sociais; dessa forma, a redução da interação social cria maior propensão à ansiedade infantil. Outro fator que pode agravar é o excesso de tela. Uma vez que os pais e demais membros familiares também estão enfrentando os desafios da quarentena, tentando conciliar profissão e família em casa, as crianças acabam tendo seu tempo concentrado em TV, computadores, tablets e celulares.

 

 

Como prevenir

 

Como falamos, a rotina é um fator de extrema importância para a saúde emocional infantil. Na impossibilidade de retomar a antiga rotina, cabe à família criar uma normalidade para a rotina familiar. Planejar juntos um calendário com horários, tarefas e obrigação para a cada membro, ajuda com que a criança reconstrua sua estrutura no novo normal.

 

Procure fazer isso de forma conjunta, como família. É importante que a criança se sinta parte e tenha voz nessa construção. Senão será apenas mais uma imposição em sua vida.

 

Além dos horários da escola remota, quais outras atividades são importantes? Existe espaço na agenda para desconectar e brincar? Quais os estímulos para atender a curiosidade infantil? Inserir a criança na rotina da casa é uma ótima forma de torná-la responsável e, assim, protagonista desse momento. Conquanto seja dentro de suas limitações. Pequenas atividades como, tirar a mesa ou o lixo dos banheiros, podem ser assumidas por crianças pequenas. Da mesma forma, crianças a partir dos 6 anos, podem ajudar com atividades mais complexas como tirar o pó de móveis, arrumar as camas ou lavar louças simples.

 

Contribuir ativamente nas tarefas caseiras tira a criança da posição de observadora e a coloca em uma posição de ação que contribui para evitar a ansiedade.

 

Os aspectos sociais também precisam de atenção. Na impossibilidade de promover encontros e play dates com os amiguinhos, pequenas sessões de vídeo com grupos de amigos e familiares em contrapartida, ajudam na manutenção dos vínculos afetivos.

 

Por fim, as atividades físicas também devem ser consideradas. Criar pequenos circuitos pela casa, correr no quintal ou mesmo andar de bicicleta em locais seguros usando máscara ajudam a manter os níveis de endorfina. É também uma excelente oportunidade para fixar os cuidados de higiene e uso de proteção para quando houver a retomada das atividades escolares presenciais.

 

 

Diálogo

 

Em conclusão, tenha calma e seja generoso. Não apenas com seus filhos, mas com você mesmo. Estamos todos vivendo um momento extraordinário, para o qual nenhum de nós foi preparado. É preciso renunciar à perfeição e procurar nos adaptar dentro dos nossos limites. E isso inclui a criança.

 

Não se esqueça que ela também tem seus limites testados e é preciso paciência e empatia para respeitar. O diálogo, nesse sentido, é a ferramenta mais poderosa para o bem-estar familiar. Conversem, procurem partilhar informações em conjunto. Em um momento em que ficamos todos tanto em casa, nunca foi tão essencial transformar este em um ambiente acolhedor onde todos se ajudam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLÉGIO SENEMBY

O Colégio Senemby é o pioneiro na educação particular em Caieiras.
Desde sua fundação, em 1981, vem revolucionando os conceitos pedagógicos adotados e é a referência absoluta em qualidade e excelência para todo o sistema educacional
da região.

NOS FAÇA UMA VISITA

FALE CONOSCO

(11) 4445-3555

(11) 4605-3144

senemby@senemby.com.br

Rua Curumim, 151
Jardim Santo Antonio
Caieiras – SP