Competências Socioemocionais: A escola como parceira

Habilidades socioemocionais 1
A parceria entre a escola e a família é um dos pilares para que o aluno desenvolva suas habilidades socioemocionais e tenha sucesso na educação. Muitas pessoas acreditam que cada um deve cumprir seu papel separadamente. Entretanto, escolas parceiras estão sempre em sintonia, tendo como foco o pleno desenvolvimento infantil.

Atualmente, assim como o ambiente familiar, a escola é um lugar de referência para formação e preparação das crianças para a vida adulta. 

Apesar de sabermos que o mundo atual é complexo demais para caber em uma grade escolar, cada vez mais especialistas da área de educação defendem que a escola não pode se pautar apenas no conteúdo acadêmico tradicional, como matemática e português. Ela deve atentar-se a maneiras de contribuir para que seus alunos entendam essa complexidade, cada um, a seu modo.

É nesse contexto que entendemos como a educação socioemocional é importante. O termo que ganhou mais presença na última década, passou a participar do currículo obrigatório nacional tanto das escolas públicas quanto da rede privada, por meio da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A escola como parceira no desenvolvimento de competências socioemocionais

A parceria entre a escola e a família é um dos pilares para que o aluno desenvolva suas habilidades socioemocionais e tenha sucesso na educação. Muitas pessoas acreditam que cada um deve cumprir seu papel separadamente. Entretanto, escolas parceiras estão sempre em sintonia, tendo como foco o pleno desenvolvimento infantil.

Essas habilidades servem para as crianças aprenderem a colocar em prática as melhores atitudes e habilidades. Como resultado, elas conseguem gerenciar emoções, atingir objetivos, mostrar empatia, manter relacionamentos sociais positivos, tomar decisões com responsabilidade, entre outros.

Confira abaixo as competências socioemocionais desenvolvidas pelo aluno em uma escola parceira.

Conhecimento Pensamento Crítico

O conhecimento valoriza e utiliza os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para entender e explicar a realidade para assim colaborar na construção de uma sociedade mais justa democrática e inclusiva.

Pensamento crítico, científico e criativo

Por outro lado, o pensamento crítico, científico e criativo exercitam a curiosidade intelectual e recorrem à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, e a imaginação para elaborar e testar hipóteses e formular e resolver problemas.

Repertório Cultural

Essa competência define como fundamental que o aluno conheça, compreenda, e reconheça a importância das mais diversas manifestações artísticas e culturais. E acrescenta que eles devem ser participativos, aptos a se expressar e atuar por meio das artes.

Comunicação

Estamos em uma época em que tudo acontece rapidamente, o acesso a informações é muito fácil e muitos discursos são feitos. Entretanto, tudo isso precisa ter propósito e ser falado claramente.

Além de ter boas ideias é necessário saber como transmiti-las para as outras pessoas. Por isso é tão importante que a habilidade socioemocional da comunicação tenha tanta importância.

Cultura digital

O principal objetivo dessa competência é atender a uma demanda latente no mercado, o uso de tecnologias digitais no seu dia a dia.

Argumentação

A competência da argumentação é a nossa capacidade de apresentar afirmações para o desenvolvimento sólido e opiniões. Assim, o desenvolvimento argumentativo, ensina a reconhecer fontes confiáveis, além de aprimorar a capacidade de interferência do aluno.

Autoconhecimento

O autoconhecimento desenvolve a capacidade de conhecer a si mesmo, de apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, identificando seus pontos fortes e fragilidades e reconhecendo suas emoções e as dos outros.

Empatia e cooperação

A empatia e cooperação fala da necessidade de compreender, de ser solidário, de dialogar e de colaborar com todos, respeitando a diversidade social, econômica, política e cultural abordando posturas e atitudes que devem ter em relação ao outro.

Responsabilidade e cidadania

A competência da responsabilidade e cidadania foca no agir pessoal e coletivo com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, para tomar decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, solidários e sustentáveis. 

Assim, como ocorre com os conteúdos curriculares e as noções de comportamento, as competências socioemocionais precisam ser trabalhadas, é nada melhor que contar com uma escola parceira para isso acontecer.

Desse modo, a escola colabora com esse desenvolvimento viabilizando de forma geral o trabalho com emoções e os sentimentos de seus alunos.

Compartilhar

Veja Mais

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com o uso de cookies.